medo-de-falar-em-publico

A sensação de estar sendo observada por todas as pessoas por onde o tímido passa, como se ele estivesse dentro da casa de um reality show é muito comum… Mas traz um incômodo insuportável!

Pesquisadores chamam esta sensação de auto-consciência “ativada”. A pessoa tímida se sente tão exposta a avaliação do outro, a ponto de sentir-se como se estivesse nua no meio de uma rua cheia de gente. Algumas pessoas podem se sentir tão constrangidas a ponto de ficarem ruborizadas.

A causa da autoconsciência excessiva é a pessoa tímida ser ou achar que está sendo notada. Poucas pessoas tímidas gostam de ser olhadas e observadas. Se isto realmente acontece, ela acha que fez algo de errado para ter sido tão notada. O mal estar se intensifica se ela acredita que sua roupa, seu cabelo, algum comportamento ou alguma paixão secreta, que foi descoberta, são avaliados como ridículo pelos outros.

A autoconsciência inicia-se por volta dos 4-5 anos quando a criança passa a ter consciência de si como um ser social e entende quais sentimentos e comportamentos podem e quais não devem ser expostos em público.

Quando esta autoconsciência se torna excessiva, pode ser por causa de uma socialização excessiva e/ou de uma extrema importância dada ao papel social de uma pessoa. Por exemplo, quando os pais relembram seus filhos, com frequência, de que estão sendo avaliados por outros, que seu comportamento adequado e aparência são importantes. Outra causa pode ser a falta de desenvolvimento de habilidades sociais.

Vários autores concordam que as pessoas tímidas têm uma atenção excessiva sobre seus pensamentos e sobre o resultado de seus comportamentos, de forma que, geralmente, acabam sendo inadequadas em alguns momentos. Esses comportamentos inadequados podem gerar problemas de relacionamento interpessoal, tais como, encontrar pessoas, fazer novas amizades, apreciar novas experiências, ser assertivo, expressar opiniões, manifestar-se pouco diante de outra pessoa, dificuldade de falar na presença de estranho e em público.

Você tem autoconsciência excessiva? Prejudica seu bem-estar e relacionamentos?